Mostrando postagens com marcador #BRASIL. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador #BRASIL. Mostrar todas as postagens

sábado, 18 de maio de 2024

Maio Laranja: 500 mil crianças e adolescentes são vítimas todos os anos de violência sexual no Brasil

 BRASIL 

Sábado,18 de maio, é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Foto: Divulgação 

A Campanha Maio Laranja é o mês que marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, cuja data oficial é neste sábado, 18 de maio. 

Todos os anos, cerca de 500 mil crianças e adolescentes são vítimas de violência sexual no Brasil, o que coloca o país na segunda posição no ranking de países com maior número de ocorrências de abusos e exploração sexual infantil, segundo dados do Instituto Liberta. 

Sobre esse assunto, o Nacional Jovem conversou com Mariana Zan, advogada do Instituto Alana. Para ela, é super importante falar sobre o assunto, levando essa conscientização para crianças e adolescentes. "É responsabilidade de todos nós combatermos todo e qualquer tipo de violência contra crianças e garantir a elas uma vida digna e sem negligência, uma vida saudável", complementa.

Diante disso, Mariana aponta: onde estamos errando como sociedade? E como podemos encorajar mais denúncias?




terça-feira, 30 de abril de 2024

Brasil passa de 4 milhões de casos de dengue em 2024

DENGUE 

Foto: Reprodução  Canaltech

O Brasil chegou a 4 milhões de casos de dengue só em 2024 . Ao todo, são 4.127.571 casos, segundo o Painel de Arboviroses do Ministério da Saúde, atualizado nesta segunda-feira (29).

O ano de 2024 também é o que mais registrou mortes em toda série histórica de monitoramento – veja abaixo. Até o momento, já foram contabilizadas 1.888 mortes.

Quanto aos óbitos em investigação, que ainda não se sabe com certeza se foram causados pela doença, o painel indica 2.345 casos.


As taxas de letalidade em casos prováveis e em casos graves não se alteraram desde a última atualização, a primeira se mantém em 0,05 e a segunda em 4,50.

O que também não mudou foi a incidência de casos prováveis maior entre as mulheres. O sexo feminino representa 55,1%, enquanto os homens seguem com 44,9%. Pessoas entre 20 e 29 anos representam a maior taxa de contaminação.

Mortes causadas pela dengue por ano:

  • 2024 – 1.888
  • 2023 – 1.179
  • 2022 – 1.053
  • 2021 – 315
  • 2020 – 583
  • 2019 – 820
  • 2018 – 201
  • 2017 – 180
  • 2016 – 701
  • 2015 – 986
  • 2014 – 475
  • 2013 – 656
  • 2012 – 327
  • 2011 – 558
  • 2010 – 656
  • 2009 – 340
  • 2008 – 557
  • 2007 – 290
  • 2006 – 144
  • 2005 – 72
  • 2004 – 19
  • 2003 – 86
  • 2002 – 142
  • 2001 – 43
  • 2000 – 4
  • Fonte:CNN




domingo, 31 de março de 2024

Homem mata a tiros ex-mulher em loja de Goiás, foge e é preso no Tocantins

BRASIL

A vítima foi morta a tiros na loja em que trabalhava em Anápolis Imagem: Reprodução

Um homem foi preso após matar a tiros a ex-mulher em Anápolis (GO) na última quinta-feira (28).


O que aconteceu

O crime foi registrado pelas câmeras de segurança do escritório em que ela trabalhava. Edney Pereira dos Santos atirou três vezes contra Regiane Pires da Silva — antes de disparar, ele agride fisicamente a vítima com um tapa no rosto. A mulher morreu na hora, segundo informações da Polícia Civil de Goiás.


FONTE: Colaboração para o UOL, em São Paulo


Flamengo vence o Nova Iguaçu na final do Campeonato Carioca 2024

 FUTEBOL

Saiba também data, horário e onde assistir o segundo confronto da decisão


Justiça decreta prisão preventiva de pai que matou filha de 18 anos

 BRASIL


O motivo do crime seria vigança contra a mãe da jovem.© Divulgação- Polícia Civil

A prisão em flagrante do pai acusado de matar a filha no domingo (24) foi convertida em prisão preventiva pela Justiça. Ele é acusado de esganar a filha, transportar o corpo em uma caixa de papelão, queimá-lo e escondê-lo em um buraco próximo à Avenida 23 de Maio, no Centro de São Paulo.

Parte do crime foi registrada por câmeras de segurança. A decisão judicial foi proferida nesta quarta-feira (27) durante a audiência de custódia do acusado. A prisão preventiva determina que a pessoa permaneça detida até seu eventual julgamento pelo crime. Wellington da Silva Rosas, de 39 anos, foi preso pela polícia sob acusação de ter matado Rayssa Santos da Silva Rosas, de 18 anos. Segundo o Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o crime ocorreu no último domingo (24), quando a filha foi visitar o pai em seu apartamento na Bela Vista, região central.

 De acordo com a Polícia Civil, Wellington confessou ter assassinado Rayssa após ambos terem consumido bebidas alcoólicas e discutido sobre a mãe dela. Os pais se separaram há poucos meses. Conforme o Departamento de Homicídios, o pai relatou ter esganado a filha em seguida. No dia seguinte, segunda-feira (25), um vídeo do prédio mostra Wellington saindo do apartamento. Nas imagens, que estão sob investigação, ele é visto usando um carrinho de mão para transportar uma caixa de papelão até um elevador. Dentro dela estava o corpo de Rayssa, segundo o Departamento de Homicídios.

Em seguida, Wellington afirmou que foi dormir com a vítima morta em seu apartamento. E na noite de segunda-feira, ele removeu o corpo de Rayssa do imóvel. Em entrevista à Record TV, uma mulher contou que a vítima é sua prima de 18 anos. 

A vítima havia desaparecido no domingo, 24, contou a prima à emissora. Ela disse que na segunda-feira, 25, o pai dela ligou para a família e confessou ter matado a filha. Para transportar o corpo até o lugar onde seria abandonado, o homem teria usado uma espécie de cooler e pedido ajuda a um morador de rua para carregar o objeto. Só quando chegou ao local, segundo a prima, esse ajudante teria visto que se tratava de um corpo e fugiu. Segundo ela, o morador de rua vive na região e avisou à família sobre a ocultação do cadáver. Depois disso, os parentes acionaram a polícia para investigar a denúncia. Ao chegar ao local, nesta terça-feira, os agentes encontraram o corpo da jovem, como havia sido descrito pelo morador de rua. Ele estava em um trecho da Rua Asdrúbal do Nascimento, na alça de acesso à avenida 23 de Maio.

O local foi isolado para o trabalho da perícia da Polícia Técnico-Científica, que recolheu o cadáver, submetendo-o a análises e extração de fragmentos para comparação genética com familiares de Rayssa.


FONTE: NOTÍCIAS AO MINUTO




sábado, 30 de março de 2024

JF Vôlei vence o Brasília e segue vivo na Superliga B

ESPORTES

Equipe juiz-forana consegue virada após perder o primeiro set e leva confronto para o terceiro e decisivo jogo





FOTO: REPRODUÇÃO 


O JF Vôlei segue vivo na Superliga B 2024. Em partida marcada pela superioridade dos juiz-foranos mesmo após saírem derrotados no primeiro set, a equipe de Juiz de Fora venceu o Brasília Vôlei de virada por 3 sets a 1 no Sesi Taguatinga Norte, em Taguatinga (DF), na noite desta sexta-feira (29). As parciais do segundo confronto válido pelas quartas de final da divisão de acesso foram 25/23, 15/25, 15/25 e 22/25. 

Com o resultado, o JF Vôlei força uma terceira e decisiva partida. No primeiro jogo, o placar havia sido o inverso: a equipe do Distrito Federal venceu no Ginásio Municipal Jornalista Antônio Marcos, em Juiz de Fora, por 3 sets a 1.

O jogo

O primeiro set foi marcado pelo equilíbrio até a metade da disputa. As duas equipes alternavam-se na liderança sem que conseguissem abrir grande vantagem. No entanto, em uma sequência de erros da equipe visitante – primeiro de Ruivo, depois do levantador Felipe -, o Brasília abriu 17/14 e a margem se mostrou irreversível. O JF Vôlei chegou a se aproximar em bloqueio de Viller que levou a partida a 22/21, mas em seguida a equipe perdeu a chance de empatar em duas bolas de xeque na mesma jogada, de modo que os mandantes chegaram a 23/21. Coube ao ponteiro Rafael fechar o set a favor da equipe da capital: 25/23.

Se o set inicial foi marcado pelo equilíbrio, no segundo set o JF Vôlei dominou desde o início. A equipe visitante abriu logo 0/4 após dois erros em sequência do Brasília Vôlei. Em ace do oposto Timba, a equipe juiz-forana aumentou a vantagem para cinco pontos: 3/8. Conseguindo manter bom ritmo na defesa, sobretudo com bons bloqueios do central Pablo, o JF Vôlei alcançou a maior vantagem da partida até então com 10/19. Mesmo após reação da equipe do Distrito Federal, que chegou a encurtar a vantagem para 14/21, os juiz-foranos conseguiram manter a tranquilidade e fecharam o set em 15/25 em ponto de saque de Caio.

O terceiro set começou no mesmo ritmo do segundo, e o JF Vôlei logo abriu 1/4 em erro de ataque do oposto Da Silva, obrigando o técnico adversário a pedir tempo. O pedido fez efeito, e o Brasília chegou a se aproximar no placar em contra-ataque convertido por Rafael: 4/5. Em boas participações da defesa da equipe juiz-forana, no entanto, os visitantes voltaram a aumentar a vantagem. Pablo e Felipe apareceram em bons bloqueios, mas foi em erro de Da Silva que o time de Juiz de Fora abriu cinco pontos de vantagem em 7/12. Timba apareceu bem em ataques consecutivos e converteu um contra-ataque para colocar o placar em 9/17. A vantagem chegou a nove pontos em largadinha de Viller que abriu 10/19 e se tornou irreversível. O time visitante fechou o set em 15/25 em ace de Ruivo.

O quarto set voltou a ter equilíbrio, apesar de o JF Vôlei ter conquistado vantagem de cinco pontos no início contando com dois aces, o último de Pilan: 4/9. O Brasília reagiu e se aproximou em erro do central Pablo e depois em ótimo contra-ataque do ponteiro Rafael: 9/10. Luan Mota chegou a empatar o jogo, e o Brasília passou à frente após erro de recepção de Ruivo: 15/14. O jogo seguiu equilibrado e, após bloqueio em cima de Timba, o Brasília voltou a empatar, dessa vez com o placar em 21/21. No entanto, o JF Vôlei mostrou força na reta final e contou com erros do Brasília para fechar o set em 22/25.

FONTE: TRIBUNA DE MINAS

1.800 presos são beneficiados com “saidinha” durante a Páscoa

 DF

Secretaria de Administração Penitenciária do DF informou que 1.808 presos foram beneficiados com saída temporária durante feriado de Páscoa

FOTO: REPRODUÇÃO A VOZ DAS CIDADES


A Secretaria de Administração Penitenciária do Distrito Federal (Seape-DF) informou que 1.808 presos foram beneficiados com saída temporária por conta do feriado de Páscoa. O número inclui 47 mulheres. A “saidinha”, como o benefício é popularmente conhecido, começou às 7h desta quarta-feira (28/3) e será finalizado às 10h da próxima segunda-feira (1º/4).

No caso dos custodiados que possuem o benefício do trabalho externo implementado, eles retornarão ao final da jornada de trabalho. De acordo com a Seape-DF, aquele que não retornar no dia e no horário previstos será considerado foragido e poderá perder o direito ao regime semiaberto.
A saidinha é prevista por portaria da Vara de Execuções Penais (VEP/DF) e contempla custodiados que cumprem pena no regime semiaberto e que têm autorização de trabalho externo ou saídas temporárias. A VEP estabeleceu nove saídas temporárias este ano, totalizando 36 dias.
Qualquer pessoa pode fornecer informações anonimamente sobre custodiados pelo telefone (61) 9 9666-6000 da Polícia Penal do DF.
Fim da saidinhas
No dia 20 de março deste ano, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou em votação simbólica o projeto de lei (PL) nº 2.253/22, que acaba com as saídas temporárias de presos, as chamadas saidinhas. O texto deve ser enviado para a mesa do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para que ele sancione ou vete a lei. Como o PL foi aprovado por unanimidade na Câmara, a tendência é que o presidente assine a sanção. O texto foi aprovado pelo Senado em fevereiro deste ano e retornou à Câmara dos Deputados. Na última semana, o secretário de Segurança Pública de São Paulo, Guilherme Derrite, se licenciou do cargo para reassumir temporariamente o mandato de deputado federal. Ele foi relator do projeto quando o texto passou pela Câmara em 2022, e assumiu novamente a relatoria do texto, diretamente no plenário.
O texto abre exceção apenas para detentos que estudam e trabalham. Nesses casos, eles terão direito a saídas temporárias para cumprir a carga horária de cursos profissionalizantes, ensino médio ou superior.Esta exceção não constava no texto aprovado inicialmente pela Câmara, mas foi incluída pelo senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), relator da matéria no Senado, após mobilização de Sergio Moro (União-PR). “Permitir que presos que cometeram crimes de diminuta gravidade, sem violência ou ameaça, possam estudar parece ser uma válvula impulsionadora do processo de reinserção do apenado, possibilitando uma reintegração mais efetiva após o resgate das reprimendas a ele impostas”, argumentou Derrite.
O autor do projeto original, deputado federal Pedro Paulo (PSD-RJ), criticou as alterações feitas no texto e afirmou que elas acabam com a ressocialização de detentos. “Sair pra estudar e trabalhar não é ressocializar”, ressaltou.
“Nós estamos, por um problema de uma minoria que poderia ser controlada e contida, extinguindo esse direito pra grande maioria”, continuou Pedro Paulo, em discurso no plenário.

FONTE: METRÓPOLES


São Paulo vai iniciar a vacinação contra a dengue em escolas

 BRASIL

Imunização vai começar nas regiões com maior incidência da doença

FOTO: REPRODUÇÃO


A cidade de São Paulo deve começar a aplicar a vacina contra a dengue em crianças e adolescentes de 10 a 14 anos. Segundo a prefeitura da capital paulista, o plano inicial é fazer a imunização nas escolas com foco nas regiões com maior incidência da doença. 

A administração municipal, entretanto, ainda aguarda a elaboração das diretrizes pelo Programa Estadual de Imunizações (PEI). 

As doses da vacina serão enviadas pelo Ministério da Saúde. Na quarta-feira (27), foi anunciada a lista com mais 154 municípios que vão receber o imunizante, incluindo a capital paulista. Até então, 521 municípios haviam sido selecionados para receber as doses e iniciar a vacinação contra a doença em crianças e adolescentes.

Segundo o Ministério, 1,2 milhão de doses foram enviadas aos estados e municípios desde o início da vacinação.

A capital paulista decretou estado de emergência devido à alta incidência de casos de dengue em 18 de março.


FONTE:Agência Brasil - São Paulo

SMS anuncia fim da epidemia de dengue no Rio

 BRASIL

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, houve queda nos casos e melhora da situação no município. Rio registrou 7 óbitos para quase 100 mil casos da doença.

FOTO: REPRODUÇÃO G1 RIO

A prefeitura do Rio encerrou o decreto que determinou estado de epidemia devido ao aumento do número de casos de dengue na cidade. O anúncio do fim da emergência foi feito pelo Secretário Municipal de Saúde, Daniel Soranz, na manhã deste sábado.

Segundo Soranz, o número de casos da doença vem caindo nos últimos dias. No pico da epidemia, a capital fluminense chegou a registrar 2.600 casos por dia. Agora, o número é de 500 confirmações diárias. O secretário avaliou que este deve ser um momento de desaceleração na contaminação da arbovirose e diz que o foco agora será prevenir a população para chegada da gripe.


"A redução muito grande do número de atendimentos dos casos de dengue embasou essa decisão, são menos de 500 casos por dia. Hoje a gente vê os polos de hidratação, como esse que a gente está aqui, com zero pacientes ou com muito poucos pacientes atendidos. Então, gradativamente a gente vai deslocar toda essa força de trabalho para a prevenção e a influenza."

Apesar do cenário menos grave, ainda são necessários cuidados. Nos últimos dias, o Rio contabilizou mais duas mortes por dengue. As vítimas são duas mulheres, uma de 17 anos e outra de 51 anos. Elas moravam uma no Recreio, na Zona Oeste, e Cordovil, na Zona Norte. Ao todo, são 7 vítimas apenas na capital Fluminense. Até o momento, a cidade já soma quase 82 mil casos confirmados.

Soranz reforça que a população ainda precisa contribuir para evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti.

"Todo carioca tem que estar atento ainda e não deixar a proliferação do mosquito na sua casa. Lembrando que as temperaturas ainda estão muito instáveis, com o período de chuvas a gente facilita a proliferação do mosquito, então é muito importante as pessoas se manterem alertas e evitarem a acumulação de água, que pode gerar a proliferação do mosquito e causar doença. Às vezes uma calha mal colocada, um vasinho de planta, uma área de gelo atrás da geladeira, um quintal com lixo, com garrafas, com pneus, pode acumular água e esse acúmulo de água ser fatal".

FONTE: CBN RIO


segunda-feira, 25 de março de 2024

Como serão os três dias de visita de Emmanuel Macron ao Brasil

MUNDO

Presidente francês e Lula estarão juntos em Belém, Itaguaí (RJ) e Brasília; em São Paulo, Macron deve passear pela Avenida Paulista

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante reunião com o presidente da França, Emmanuel Macron, na COP28 em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos (Ricardo Stuckert/PR) 


O presidente da França, Emmanuel Macron, vai chegar ao Brasil na terça-feira para uma viagem de três dias com passagens por Belém, Itaguaí, no litoral do Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília. Com exceção de São Paulo, Lula vai acompanhá-lo em todas as cidades.

Além das agendas voltadas para o estreitamento do comércio e dos negócios bilaterais, os chefes de Estado devem discutir as guerras da Rússia na Ucrânia e de Israel em Gaza. A primeira parada de Macron vai ser em Belém, capital do Pará, sede da COP-30, em 2025. Lula e o francês vão fazer um passeio de barco pela baía de Guajará, com parada na Ilha do Combu, onde vão conhecer um grupo de mulheres que cultivam cacau na Floresta Amazônica. Em seguida, os dois vão percorrer um trecho da mata e vão se reunir com líderes das comunidades indígenas locais.

Ainda na terça-feira, Macron vai para Itaguaí, no Rio. Na quarta, ele e Lula vão acompanhar o lançamento do submarino Tonelero (S42), o terceiro dos quatro submarinos construídos no Brasil com tecnologia francesa. Na tarde de quarta-feira, sem Lula, o francês viaja a São Paulo para participar do Fórum Econômico Brasil-França, na Fiesp. O evento não acontece desde 2019. Haverá um encontro com o vice-presidente, Geraldo Alckmin. À noite, Macron vai jantar com artistas e agentes culturais e deve visitar o Museu de Arte de São Paulo (Masp). No trajeto de volta, Macron fará um passeio pela Avenida Paulista. 

Na quinta, Lula volta a receber o presidente francês para uma visita de Estado. Após a cerimônia de recepção, acontece a tradicional reunião bilateral entre os dois países e a assinatura de atos. Espera-se que mais de uma dezena de atos bilaterais em negociação possam ser firmados durante a viagem. Além disso, estarão na pauta os conflitos na Faixa de Gaza, crise de segurança no Haiti, guerra na Ucrânia e as eleições na Venezuela. Durante sua visita, Macron vai almoçar no Palácio Itamaraty e, em seguida, será recebido pelo presidente do Congresso, senador Rodrigo Pacheco, e pelo presidente da Câmara, Arthur Lira.


FONTE: VEJA 

terça-feira, 19 de março de 2024

Abates em Mato Grosso bateram recorde em fevereiro, segundo o Imea

AGRONEGÓCIOS

IMAGEM REPRODUÇÃO PARANÁ PORTAL


A utilização da capacidade frigorífica em Mato Grosso atingiu 75,09% em fevereiro, o maior índice para o mês e o segundo maior na série histórica mensal, de acordo com dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). O aumento representa um crescimento de 47,76 pontos percentuais em relação ao mesmo período do ano passado.

O valor médio de abates diários (de segunda a sexta-feira) em fevereiro também foi recorde, com 28,55 mil cabeças/dia, um aumento de 36,39% em comparação com fevereiro de 2022.

Segundo o Imea, os altos índices de abate são resultado do aumento da oferta de animais terminados para abate, impulsionada por:

  • Melhores preços do boi gordo: A valorização do boi gordo incentiva os pecuaristas a venderem seus animais.
  • Final da safra de soja: Com o fim da colheita da soja, os pastos ficam disponíveis para a pecuária, o que aumenta a oferta de animais para abate.
  • Clima favorável: As condições climáticas favoráveis à pecuária também contribuem para o aumento da oferta de animais.

O Imea prevê que a utilização da capacidade frigorífica em Mato Grosso continue acima da média histórica em março, caso o padrão de altos envios de fêmeas para abate se mantenha.

Os dados do Imea revelam um cenário positivo para a pecuária em Mato Grosso, com aumento na oferta de animais e preços favoráveis ao produtor. A expectativa é que a demanda por carne bovina continue aquecida nos próximos meses, impulsionando ainda mais o setor.

“Esses altos patamares no indicador foram ocasionados pelo aumento nos abates. Para se ter ideia, a média histórica mensal de abates é de 389,74 mil cabeças, e nos últimos meses a quantidade de abates tem superado as 500,00 mil cabeças por mês”, diz o informativo do Imea.

O aumento da produção de carne bovina em Mato Grosso tem um impacto positivo na economia do estado, gerando emprego e renda. O setor também contribui para o desenvolvimento das cidades e para o bem-estar da população.

Para o futuro, a expectativa é que o mercado do boi continue volátil, com os preços oscilando de acordo com a oferta e demanda.


Outras informações:

Novilha de 18 meses: R$ 1.620,14/cabeça.
Bezerro de 12 meses: R$ 1.733,12/cabeça.
B3 (boi gordo para maio/24): alta de 1,18%, a R$ 228,62/@.
Escalas de abate: queda de 4,65% na última semana, com média de 9,64 dias úteis.

Fonte: Pensar Agro

‘Estão preparando o campo para prendê-lo’, diz aliado de Bolsonaro

 POLÍTICA

Alberto Fraga, líder da 'bancada da bala', minimiza o indiciamento, mas diz que uma eventual prisão do ex-presidente pode 'causar turbulência' no país

Fraga e Bolsonaro, no plenário da Câmara.  Foto: Aílton de Freitas / Agência O Globo

Amigo pessoal e um dos principais aliados de Jair Bolsonaro na Câmara, o deputado federal Alberto Fraga (PL-DF) disse, nesta terça-feira, 19, que o indiciamento do ex-presidente e de outras 16 pessoas por falsificação do cartão de vacinas para a Covid-19 “já era esperado”. Segundo ele, “estão preparando o campo para prender” o ex-presidente, que é alvo de outras investigações, inclusive por tentar um golpe de estado. “Resta saber se a prisão não vai causar turbulência no país”, disse. A Polícia Federal indiciou Bolsonaro pelos crimes de associação criminosa e inserção de dados falsos em sistema de informações no inquérito que apura a falsificação de certificados de vacinas de Covid-19. Também foram alvos de indiciamento o tenente-coronel do Exército Mauro Cid, ex-ajudante de ordem de Bolsonaro, e sua mulher, Gabriela Santiago Ribeiro Cid; o deputado federal Gutemberg Reis (MDB-RJ), o coronel da reserva Marcelo Costa Câmara, o ex-assessor Max Guilherme Machado de Moura e o major da reserva Ailton Barros, entre outros.

Segundo relatório da PF, “os elementos acostados nos autos evidenciaram que os investigados se associaram com o fim de praticar inserções de dados falsos relacionados à vacinação contra a Covid-19 nos sistemas SI-PNI e RNDS do Ministério da Saúde”. Caso seja condenado pelos crimes apontados pela PF, Bolsonaro pode pegar pena de até 13 anos de prisão. De acordo com a PF, Mauro Cid implicou diretamente o ex-presidente ao relatar em depoimento que Bolsonaro pediu a elaboração de cartões falsos de vacina para ele e a filha, Laura, e que os recebeu em mãos. A informação contrasta com as afirmações prestadas pelo ex-presidente em depoimento. Aos investigadores, Bolsonaro disse que não pediu nem recebeu os cartões falsificados. PF liga caso dos cartões a golpe de estado No relatório, a PF também faz uma conexão entre a falsificação de certificados de imunização e o plano de promover um golpe de Estado para manter Bolsonaro no poder depois da derrota para Lula nas eleições de 2022. Na avaliação dos investigadores, o esquema fraudulento “pode ter sido utilizado pelo grupo para permitir que seus integrantes, após a tentativa inicial de golpe, pudessem ter à disposição os documentos necessários para cumprir eventuais requisitos legais para a entrada e permanência no exterior (cartão de vacina), aguardando a conclusão dos atos relacionados à nova tentativa de golpe de Estado que eclodiu em 8 de janeiro de 2023″.


Alberto Fraga, que é o presidente da Comissão de Segurança Pública da Câmara e líder da chamada “bancada da bala”, minimizou as acusações de que Bolsonaro teria articulado para atentar contra a democracia e o estado democrático de Direito. “Golpe tem que ter tanque na rua, armamento. Não é feito com aquelas manifestações desastrosas de 8 de janeiro”, disse. O deputado minimizou também o indiciamento. Segundo ele, trata-se apenas de um “chamamento” para o inquérito, que é a peça que indica que a PF identificou elementos suficientes para apontar responsabilização de alguém pelo cometimento de um crime. “Depois disso o Ministério Público ainda vai decidir se oferece denúncia e a Justiça, se aceita”, disse. Após os pedidos de indiciamento, o advogado e assessor de Bolsonaro, Fabio Wajngarten, usou as redes sociais para criticar o vazamento do teor do documento. “Vazamentos continuam aos montes ou melhor aos litros. É lamentável quando a autoridade usa a imprensa para comunicar ato formal que logicamente deveria ter revestimento técnico e procedimental ao invés de midiático e parcial”, afirmou.




Fonte: Veja Por Valmar Hupsel Filho

terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

DF registra 55 mortes por dengue; outros 82 óbitos são investigados

 SAÚDE 

De acordo com dados da Secretaria de Saúde do DF, em 2024, já foram confirmados 100.558 casos prováveis de dengue

Foto Reprodução 

Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) confirmou, nesta segunda-feira (26/2), 55 mortes causadas pela dengue em 2024. Os dados constam no boletim epidemiológico divulgado pela pasta também nesta segunda.

De acordo com o documento, outros 82 óbitos estão em investigação. Em 2023, no mesmo período, nenhuma morte por dengue havia sido registrada na capital federal.

Das mortes confirmadas, 30 são homens e 25, mulheres. Doze das vítimas da doença tinham entre 60 e 69 anos. Outros 10 tinham entre 70 e 79.

Casos de dengue

Em relação aos casos prováveis de dengue, a pasta registrou 100.558 desde o início do ano. Desses, 98.418 são residentes no DF — o valor indica um aumento de 1.449,6% no número de casos prováveis de dengue em residentes no DF se comparado ao mesmo período de 2023.

Dentre os casos prováveis em residentes em outras Unidades da Federação (UF) destacam-se GO (2.015 casos), MG (38 casos), SP (21 casos) e BA (10 casos).

Onde buscar ajuda

Começou a se sentir mal e a apresentar sintomas de dengue? O Distrito Federal enfrenta uma epidemia da doença, o que tem causado superlotação das unidades de saúde públicas e particulares. Diante desse cenário, a Secretaria de Saúde do DF orienta a população a procurar uma das 176 unidades básicas de saúde (UBSs) ou as nove tendas de hidratação temporárias.


O DF tem UBSs funcionando de segunda a sexta-feira, até as 22h, e aos sábados e domingos, das 7h às 19h. As tendas de hidratação instaladas em Samambaia, Brazlândia, Ceilândia, Sobradinho, Sol Nascente/Pôr do Sol, Sobradinho, Recanto das Emas, São Sebastião, Estrutural e Santa Maria estão abertas todos os dias, das 7h às 19h.

Fonte:METRÓPOLES 

Inter de Limeira e São Paulo se enfrentam nesta quarta-feira

 FUTEBOL


Foto: Gazeta Esportiva

A delegação da Inter de Limeira já está em Brasília, onde na quarta-feira enfrenta o São Paulo, às 21h35, no Estádio Mané Garrincha, em jogo atrasado da quinta rodada do Paulistão.

O voo saiu no domingo à tarde do Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos. A Inter jogou no sábado em Santo André e aproveitou para permanecer na cidade, até o embarque para o Distrito Federal no domingo.

O jogo é decisivo para ambos. Com o empate sem gols diante do Santo André, a Inter voltou à vice-liderança do Grupo C. Tem 14 pontos e está junto com o Mirassol, porém tem uma vitória a mais.

O Red Bull Bragantino disparou na liderança com 18 pontos, enquanto o Corinthians, com apenas 10 pontos, depende de um milagre para se classificar. Terá que vencer seus dois jogos e torcer para que Inter e Mirassol não vençam mais nenhum.


Já o São Paulo empatou com o Guarani por 1 a 1, no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas e também voltou ao G-2 do Grupo D. Está empatado com o São Bernardo com 15 pontos, mas ganha no saldo de gols: 4 a 1. O Novorizontino lidera com 18.


Na Inter, o volante Gustavo Bochecha retorna de suspensão, enquanto Everton Brito, que foi poupado no Bruno José Daniel, volta a formar o ataque com Andrew e Quirino.

O zagueiro Maurício e o volante Lucas Buchecha, que estavam pendurados, não foram advertidos em Santo André e encaram o São Paulo.

O lateral-direito JP Galvão, o lateral-esquerdo Zé Mário e o atacante Juninho, lesionados, seguem de fora. O artilheiro não atua desde a partida contra o Botafogo, no Limeirão.

A provável Inter para quarta: Max Walef; Felipe Albuquerque, Diego Jussani, Maurício e César Morais; Emerson Santos, Lucas Buchecha e Gustavo Buchecha; Everton Brito, Quirino e Andrew.


Fonte  Rápido no Ar 

Torneio de robôs começa nesta quarta-feira no festival do Sesi, em Brasília

TECNOLOGIA 

Competição entre alunos de 9 a 19 anos faz parte da etapa nacional classificatória do mundial de robótica nos Estados Unidos

Evento gratuito vai reunir competições de robôs. AUGUSTO COELHO/SESI


Brasília recebe a partir desta quarta-feira (28) um torneio robôs para a etapa nacional classificatória no mundial de robótica nos Estados Unidos. A programação faz parte do festival Sesi de Educação e reúne quatro modalidades da competição, entre elas miniaturas de carros de Fórmula 1, robôs pequenos de Lego e robôs gigantes.


Fonte:R7