Mostrando postagens com marcador #DF. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador #DF. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

DF registra 55 mortes por dengue; outros 82 óbitos são investigados

 SAÚDE 

De acordo com dados da Secretaria de Saúde do DF, em 2024, já foram confirmados 100.558 casos prováveis de dengue

Foto Reprodução 

Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) confirmou, nesta segunda-feira (26/2), 55 mortes causadas pela dengue em 2024. Os dados constam no boletim epidemiológico divulgado pela pasta também nesta segunda.

De acordo com o documento, outros 82 óbitos estão em investigação. Em 2023, no mesmo período, nenhuma morte por dengue havia sido registrada na capital federal.

Das mortes confirmadas, 30 são homens e 25, mulheres. Doze das vítimas da doença tinham entre 60 e 69 anos. Outros 10 tinham entre 70 e 79.

Casos de dengue

Em relação aos casos prováveis de dengue, a pasta registrou 100.558 desde o início do ano. Desses, 98.418 são residentes no DF — o valor indica um aumento de 1.449,6% no número de casos prováveis de dengue em residentes no DF se comparado ao mesmo período de 2023.

Dentre os casos prováveis em residentes em outras Unidades da Federação (UF) destacam-se GO (2.015 casos), MG (38 casos), SP (21 casos) e BA (10 casos).

Onde buscar ajuda

Começou a se sentir mal e a apresentar sintomas de dengue? O Distrito Federal enfrenta uma epidemia da doença, o que tem causado superlotação das unidades de saúde públicas e particulares. Diante desse cenário, a Secretaria de Saúde do DF orienta a população a procurar uma das 176 unidades básicas de saúde (UBSs) ou as nove tendas de hidratação temporárias.


O DF tem UBSs funcionando de segunda a sexta-feira, até as 22h, e aos sábados e domingos, das 7h às 19h. As tendas de hidratação instaladas em Samambaia, Brazlândia, Ceilândia, Sobradinho, Sol Nascente/Pôr do Sol, Sobradinho, Recanto das Emas, São Sebastião, Estrutural e Santa Maria estão abertas todos os dias, das 7h às 19h.

Fonte:METRÓPOLES 

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2024

CNJ e Detran/DF fazem blitz por respeito e segurança no trânsito durante carnaval

 DF

                                                                Fotos:G.Dettmar/Ag.CNJ





O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran/DF) começaram nesta semana as blitzes para conscientizar os foliões sobre a prevenção contra situações de assédio e sobre a violência no trânsito durante o Carnaval. A iniciativa faz parte da parceria entre as instituições no #BlocoDoRespeito. As ações educativas terão a duração de duas semanas e buscam reforçar a importância do respeito, alertas sobre os riscos da embriaguez no trânsito e a prevenção do assédio durante as festas.

Durante as ações, as equipes se unem para distribuir viseiras, adesivos e abanadores em alusão à campanha. A abordagem dura em média um minuto e, a cada cada blitz, cerca de 150 carros são abordados. Nesse período, o agente de trânsito do Detran e colaboradores do CNJ explicam sobre a companha, fazem alertas e distribuem material de divulgação, enfatizam o Não é Não. “A reação é imediata, na hora dá pra perceber uma receptividade grande, o impacto é visível”, comenta o chefe do Núcleo de Campanhas Educativas do departamento, Miguel Videl.

O encarregado de obra Danilo da Silva Ferreira, de 42 anos, estacionou pacientemente o carro para assistir à apresentação na Blitz e receber o material educativo. “Escutei com atenção o recado e sei o quanto o Não é importante. Tenho uma filha e sei o quanto é importante prevenir, despertar a consciência e incentivar o respeito quando a pessoa diz que não quer”, comentou.

O técnico em enfermagem Lucas Henrique Santana, de 28 anos, também ouviu as mensagens, se divertiu com o repente e elogiou a iniciativa. “Pela experiência que tenho, digo que o melhor mesmo seria que as pessoas que dirigem depois de beber e que cometem assédio testemunhassem a dor causada pela perda de alguém querido e experimentassem o constrangimento de uma abordagem agressiva, inconveniente”, destacou.

Os dias de folia do engenheiro elétrico Aldair Alves de Oliveria, de 42 anos, serão na roça, longe dos blocos de folia. “Prefiro ficar sossegado”, disse o motorista ao ser parado na blitz. Mesmo sem participar das festividades, Aldair enfatizou que “O Não é Não serve para o dia a dia, pro ano todo, e é preciso entender que respeito vale para qualquer hora.”

Parcerias

A campanha #BlocoDoRespeito do CNJ conta também com o apoio de tribunais superiores e regionais, instituições públicas e artistas. A cantora Daniela Mercury e o músico Alok, que integram, no CNJ, o Observatório de Direitos Humanos do Poder Judiciário (ODH), são embaixadores da campanha. Os cantores Bell Marques e Durval Lelys também declararam apoio à iniciativa nas redes sociais. Além deles, a empresária Luiza Brunet – voz ativa na defesa das mulheres, escolas de samba, prefeituras, empresas e instituições públicas também uniram forças com o Conselho para combater o assédio.

O Santos Futebol Clube, em recente partida contra o Guarani, também aderiu à causa e levou ao campo faixa de divulgação da campanha. Da mesma forma, Inter e Flamengo se comprometeram a apoiar a campanha e atuarem, juntos ao CNJ, pelo respeito e luta contra o assédio.


Texto: Luís Cláudio Cicci

Edição: Beatriz Borges  Agência CNJ de Notícias


FONTE: Agência CNJ de Notícias

sábado, 23 de dezembro de 2023

Lei distrital proíbe fogos de artifício com estampido no DF

RÉVEILLON
Campanha foi lançada para alertar sobre os transtornos causados pelo barulho para animais e pessoas com TEA
    Foto: Reprodução

Uma campanha foi lançada para alertar sobre os transtornos causados pelo barulho dos fogos de artifício. Muitos animais são atropelados por tentarem fugir do barulho ou acabam sofrendo parada cardiorrespiratória. Algumas pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) são mais sensíveis a barulhos e ruídos e também acabam sofrendo com as festas de fim de ano. Uma lei distrital define critérios mínimos de segurança desses artefatos, mas as normas são insuficientes.

Fonte: R7

Ceasa-DF movimenta 30 mil toneladas de produtos para ceias de Natal

DF

São mais de dois mil produtores, associações e cooperativas que vendem o melhor do hortifrúti para os brasilienses; última feira antes do Natal vai funcionar neste sábado (23)

Cerca de dois mil produtores, associações e cooperativas colhem o melhor da plantação na área rural do DF, Goiás e Minas Gerais para vender na Ceasa. Itens encontrados somente nesta época do ano são colhidos e vendidos fresquinhos para uma ceia de Natal diferenciada | Fotos: Lúcio Bernardo Jr/Agência Brasília

Eram por volta das 2h30 quando a vendedora Jéssica Maria Nepomuceno, 27, já estava descarregando as mercadorias frescas que iria vender nas Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa-DF). Poucas horas depois, antes mesmo das 8h30, ela havia comercializado aproximadamente 600 bandejas de ervilha-torta, o carro-chefe da sua banquinha e queridinha de várias receitas especiais de Natal.

Assim como Jéssica, há outros dois mil produtores, associações e cooperativas que colhem o melhor da plantação na área rural do DF, Goiás e Minas Gerais para vender na Ceasa. Em dezembro, os produtos ficam ainda mais especiais. Itens encontrados somente nesta época do ano são colhidos e vendidos fresquinhos para uma ceia de Natal diferenciada.


“O movimento aumenta muito nessa época do ano. Hoje está tão cheio, tão aglomerado, que está difícil atender todo mundo”, disse a vendedora enquanto atendia dois clientes extremamente atentos aos produtos. “O pico de movimento começa às 4h30. As pessoas podem me encontrar aqui na Ceasa para comprar a minha ervilha-torta. Dá para usar na salada e no bife, cortada em cubos, fica uma maravilha. É uma inovação no Natal”, defendeu.

A vendedora Jéssica Maria Nepomuceno começa a trabalhar de madrugada e se orgulha dos produtos que vende: “As pessoas podem me encontrar aqui na Ceasa para comprar a minha ervilha-torta. Dá para usar na salada e no bife, cortada em cubos, fica uma maravilha. É uma inovação no Natal”

Uva-passa, batata, castanha-portuguesa, nectarina, ameixa e pêssego são alguns dos itens que o brasiliense encontra na Ceasa. A expectativa é que circulem aproximadamente 30 mil toneladas de produtos somente neste mês para atender a demanda da população. Opções não faltam.

“Tradicionalmente, nesta época do ano, a gente nota um aumento na venda de produtos. Na ceia do Natal há um incremento no consumo de fruta, por exemplo. A Ceasa é, com certeza, um dos melhores locais para comprar tudo o que for necessário para as festas de fim de ano. Produtos de ótima qualidade a um preço justo”, afirmou o chefe da Seção de Informações de Mercado da Ceasa, Fernando Cabral.

A última feira na Ceasa antes da ceia de Natal será neste sábado (23), e o local está com inúmeras melhorias feitas pelo Governo do Distrito Federal (GDF), o que demandou um aporte de R$ 1,9 milhão

O aposentado Luiz Alberto Mendonça, 68, juntou-se aos milhares de brasilienses e aproveitou a manhã de quinta-feira (21) para adquirir temperos para os tradicionais pratos natalinos. Os ingredientes da ceia já estavam decorados na ponta da língua. “Comprei alho, tomate, vagem e jiló. Eu gosto de vir aqui porque os produtos são mais frescos e baratos em comparação com outros locais. A minha esposa vai assar um chester, e a minha irmã, um peru. Assim será o nosso Natal”, compartilhou.

A última feira na Ceasa antes da ceia de Natal está marcada para este sábado (23). Quem passar por lá logo vai ver as inúmeras melhorias feitas no local pelo Governo do Distrito Federal (GDF). Para estacionar, o consumidor não precisa se preocupar. Desde 2019, o estacionamento voltou a ser gratuito para os frequentadores.

Além disso, a feira recebeu 211 novas lâmpadas de LED, um investimento de quase R$ 140 mil. O GDF reformou a instalação elétrica do espaço, o que demandou um aporte de R$ 1,9 milhão. Os acessos também foram facilitados. Foram criadas uma nova pista que liga diretamente à Estrutural e uma rotatória em frente à Ceasa para melhorar a trafegabilidade na região.

Não para por aí. Nos últimos anos, a feira recebeu um investimento de R$ 22 milhões para a reabertura do Mercado do Peixe e de três novos pavilhões de comercialização. Além dessas medidas, a Ceasa pleiteia junto ao GDF a isenção do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU).

“A reforma da Via Estrutural também foi muito importante. A DF-085 é uma das principais rodovias responsáveis por fazer o escoamento das mercadorias que são vendidas aqui na Ceasa”, reforçou Fernando Cabral.


Fonte: Agência Brasília

sexta-feira, 22 de dezembro de 2023

Funcionários são presos por suspeita de usar distribuidora no DF como ponto de venda de drogas

DF

Durante a operação, usuários foram flagrados ao aguardar a abertura do comércio para comprar drogas ilícitas


Funcionários são suspeitos de tráfico PCDF — 20.12.2023



Dois funcionários de uma distribuidora de bebidas em Taguatinga, no Distrito Federal, foram presos em flagrante, nesta quarta-feira (20), por suspeita de usarem o local como ponto de tráfico de drogas. Segundo a Polícia Civil, durante uma operação de monitoramento, usuários foram flagrados ao aguardar a abertura do comércio para comprar drogas ilícitas.

"Logo após a abertura, os funcionários venderam porções de cocaína para três usuários, que foram abordados e confirmaram a compra na distribuidora", disse o delegado Thiago Boeing.

No local, foram apreendidas porções de cocaína e maconha, além de dinheiro em espécie e aparelhos celulares, que foram encaminhados para perícia. Os homens, de 22 e 44 anos, vão responder por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Ainda segundo a polícia, as investigações vão tentar "identificar a participação de outras pessoas e evitar que o local volte a ser ponto de venda de drogas".

Tráfico de drogas

Nesta quinta-feira (21), a Polícia Civil do Distrito Federal deflagrou outra operação, para cumprir 22 mandados de prisão e 32 de busca e apreensão contra suspeitos de integrar uma associação criminosa especializada em tráfico de drogas na Vila Cauhy, no Núcleo Bandeirante.

Segundo os policiais, os suspeitos teriam envolvimento com um grupo criminoso do Rio de Janeiro. Durante a operação, foram apreendidas porções de maconha, cocaína e haxixe.


Fonte: R7


sábado, 16 de dezembro de 2023

Pista Sul do Túnel Rei Pelé fechará de sexta a domingo para manutenção

 TAGUATINGA DF

As ações de manutenção serão executadas sempre no período noturno, quando o fluxo de veículos é reduzido

Foto: Reprodução 

A pista sul do Túnel Rei Pelé (sentido Ceilândia/Plano Piloto) ficará fechada a partir desta sexta (15/12) até domingo (17/12), das 22h às 5h, para manutenção. A ação é necessária para a conservação, preservação e sustentabilidade da estrutura e dos sistemas de ventilação, monitoramento e automação do espaço.

A deliberação leva em conta, principalmente, o impacto no tráfego e na segurança de todos os colaboradores. As ações de manutenção serão executadas sempre no período noturno, quando o fluxo de veículos é reduzido. Como alternativa, a Secretária de Obras do DF sugere que os motoristas transitem pela avenida central, situada na parte superior do túnel. Para que o Túnel Rei Pelé esteja sempre aberto ao tráfego de veículos, todos os sistemas precisam estar em pleno funcionamento. Se um desses sistemas falha por qualquer motivo, os demais são diretamente afetados. Por isso, as manutenções periódicas.


Fonte: Correio Braziliense

Falso cantor sertanejo seduz 26 mulheres e aplica golpe de R$ 500 mil no DF

 DF

Homem suspeito de cometer estelionato sentimental contra mulheres no DF — Foto: YouTube/Reprodução


A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu, nesta sexta-feira (15), um homem de 42 anos, suspeito de estelionato contra pelo menos 26 mulheres. Os golpes teriam totalizado ao menos R$ 500 mil.

 O que aconteceu 

O homem se apresentava para as mulheres como cantor sertanejo e empresário e dizia que seu nome era Wagner Oliveira. Entretanto, segundo a PCDF, esta não é a verdadeira identidade do suspeito, que foi preservada para não atrapalhar as investigações.

Foto: reprodução G1


Ele se aproximava das vítimas por meio de aplicativos de relacionamento e plataformas como Instagram. Ele tinha um perfil específico de mulher: ricas, mães solteiras entre 30 e 45 anos e que, preferencialmente, tivessem mudado há pouco tempo para Brasília. Após criar intimidade e ganhar a confiança das vítimas, ele pedia o número de WhatsApp e agia para aplicar os golpes. Primeiro, ele prometia amor, fidelidade e falava em constituir família com as mulheres. Em seguida, passava a pedir dinheiro emprestado, financiamento de carro e que elas comprassem bens para ele — ele dizia que devolveria os valores após receber dinheiro da venda de imóvel, do lucro de uma empresa e até de um suposto acerto trabalhista. Depois de obter a vantagem financeira das mulheres, o cantor sertanejo se tornava agressivo com as vítimas. Quando era cobrado pelas mulheres, o suspeito as intimidava para que não registrassem queixa e depois as bloqueava em todas as redes sociais, elas relataram à polícia. Além de aplicativos de namoro, ele também usava perfis no Instagram, plataforma em que criou contas diferentes. Em uma delas, ele dizia ser cantor.

 Em outra, dizia ser empresário no ramo do agronegócio e pai de duas filhas. Ele também mantinha um canal no YouTube em que se apresentava como Wagner Luno, e postou apenas dois vídeos, todos cantando músicas de outros cantores com nome consolidado no sertanejo. Ele é investigado pelos crimes de estelionato em continuidade delitiva, apropriação indébita, coação no curso de processo e furto. Se condenado, ele pode pegar até 18 anos de prisão.


 O UOL não conseguiu localizar a defesa do cantor para pedir posicionamento. O espaço segue aberto para manifestação. A polícia acredita que, além das 26 vítimas já identificadas, o homem pode ter cometido o crime contra mulheres de outros estados, principalmente em Goiás. O caso é conduzido pelo 26º DP de Samambaia.


Fonte da matéria UOL

quinta-feira, 23 de novembro de 2023

Sessão Solene celebra OS 51 anos da Ceasa DF

 BRASÍLIA


Foto: Reprodução/TV Câmara Legislativa

Nesta quarta-feira (22), a Câmara Legislativa realizou celebrou os 51 anos das Empresas Centrais de Abastecimento do Distrito Federal - CEASA/DF. A iniciativa foi da deputada Jaqueline Silva (MDB), que destacou o grande potencial da região que gera 1500 empregos diretos e 4000 indiretos.

“No meu mandato, senti a necessidade de auxiliar e estamos trabalhando em um projeto de Lei que vai ajudar a reduzir a cobrança do IPTU. Nós deputados ainda não podemos colocar emendas aqui, mas queremos destravar isso para melhorar teto, elétrica e gerar mais acessibilidade ao local.”

A parlamentar enfatizou que vivenciou parte importante de sua vida no CEASA, quando era proprietária de um "sacolão".“É uma grande oportunidade estar comemorando os 51 anos da CEASA. Não tem como vir aqui e não me emocionar pois grande parte da minha vida foi aqui, com o trabalho dos produtores da região e dos empresários deste local.”

O presidente do CEASA, Bruno Sena, afirmou que é preciso fazer o local crescer, pois o DF conta com uma das melhores CEASAs do Brasil, abastecendo parte de Goiás e até Bahia. Sena enfatizou a necessidade de criação do centro de produção avançado para dar mais oportunidades aos produtores que precisam comercializar.

“O produtor já enfrenta sérias dificuldades no dia a dia no trabalho do campo. É a falta de chuva, queda de energia, pragas e o preço do insumo que subiu. Mas quando vence tudo isso, vem a maior barreira que é a comercialização porque é onde todo o esforço de dias e anos podem esvair pela falta de lugar para venda. Nós precisamos valorizar este local.”

Presente à cerimônia, a vice-governadora, Celina Leão, parabenizou as pessoas que produzem e comercializam alimentos, pois são fundamentais para a economia do DF. 

“Muitos não sabem quanto um alimento precisa de uma mulher e homem do campo para labutar e chegar na nossa mesa e o quanto esse alimento precisa de um centro de distribuição organizado, com trabalhadores dignos de respeito, para chegar às nossas mesas.”
 

Avanços 

Já o secretário de Agricultura do DF, Rafael Buen, salientou os avanços da empresa. “Levantamos todos os problemas daqui, como o financeiro que em 2023 houve déficit de 2 bilhões de reais, porém o mais grave era a autoestima que não havia aqui. Trabalhamos em prol da CEASA com vários eventos e assim arrumaremos tudo pois tem vidas aqui.”

“Atendo produtores que querem produzir alimentos melhores e estamos falando de uma empresa que é responsável pela alimentação de quase 5 milhões de pessoas no DF e entorno. Nossos produtores merecem sim uma solenidade pois a população às vezes não dá valor.”, afirmou o presidente da EMATER, Cleison Duval

 

Desperdício de alimento

José Aparecido da Costa, presidente da Fecomércio, reforçou a importância da CEASA para o DF. Para ele, a empresa é o coração pulsante de Brasília. 

“Temos uma parceria muito grande com o SESC, no programa mesa Brasil, para aproveitar 100% dos alimentos e nós já distribuímos mais de 250 mil toneladas de alimentos. A importância da CEASA é grande e não pode ser fechada, pois acredito que há muito mais de 4000 empregos diretos.”

Para Fauzi Nacfur, Presidente do DER, a torcida é para que a perda de produtos seja minimizada cada vez mais. “Parabenizo a CEASA e proponho a secretaria de turismo para ter visitas guiadas às crianças para mostrar de onde sai nossos alimentos. Tudo isso tem uma história, trabalho e suor que todos deveriam conhecer e valorizar.”

Também estiveram presentes na solenidade Roney Nemer, Presidente do IBRAM, Sueli Souza, representando o secretário de Estado DF. Ao fim do evento, foram entregues moções de louvor à homenageados.

Joás Benjamin (Estagiário) - Agência CLDF

quarta-feira, 23 de agosto de 2023

PREMIAÇÃO DESTAQUE CENTRAL BRASIL - MELHORES DO ANO 2022/2023

EVENTOS 

Na noite do dia 21/08, foi realizado um jantar de homenagem aos destaques 2022/2023, o evento aconteceu na Pizzaria Nona Pinna  em Taguatinga Norte, cidade satélite de Brasília, o Prêmio Central Brasil está em sua 14ª e reconhece a Qualidade e Excelência, de empresas, marcas e serviços de profissionais do empresariado local, daqueles que contribuem efetivamente no desenvolvimento socioeconômico Global, nesta edição se fez presente entre os homenageados empresariais, como personalidade pública em destaque 2022/2023,

A apresentação é realizada pelos idealizadores do evento: Pedro Paulo e Odaise Amorim


Veja quem são os homenageados desta 14ª Edição: Agosto 2023


Momento de oração e agradecimentos no evento de premiação Destaque Empresarial 






DESTAQUE EMPRESARIAL 2022/2023 - CFL Cursos e Serviços em Brasília/ DF 































Grupo Carlin Malhas recebe homenagem destaque empresarial  


Em dez anos de história a Carlin Malhas, formou um grande time e hoje conta com mais três marcas no mercado de malharia e designer: Floral Têxtil, Casa do DTF e  Unknow as lojas estão localizadas em Taguatinga/ DF



Drogaria Solar Farma participa de entrega das homenagens aos empresários












Texto: Jornal Central Brasil DF