terça-feira, 6 de julho de 2021

Preços da gasolina, diesel e gás aumentam hoje nas refinarias

ECONOMIA

FOTO: REPRODUÇÃO BLOG MINASPETRO

 Os preços da gasolina, do diesel e do gás de cozinha (GLP) sobem nesta terça-feira (6) nas refinarias. De acordo com a Petrobras, a gasolina aumenta, em média, R$ 0,16 (6,3%), fazendo com que o litro do combustível saia de R$ 2,53 e chegue a R$ 2,69.O diesel tem médio de R$ 0,10 (3,7%) por litro, e passa a custar R$ 2,81 nas refinarias da Petrobras. O gás de cozinha (GLP) para as distribuidoras sobe R$ 3,60 por quilograma (kg), refletindo um aumento médio de R$ 0,20 por kg.

Segundo a Petrobras, os reajustes acompanham a elevação nos patamares internacionais de preços de petróleo e derivados. A empresa informa também que evita repassar imediatamente a volatilidade externa aos preços do mercado interno, mas busca o equilíbrio de seus valores com o mercado internacional e a taxa de câmbio.

Segundo a estatal, tal alinhamento "é fundamental para garantir que o mercado brasileiro siga suprido sem riscos de desabastecimento pelos diferentes setores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileira" .Até chegar aos consumidores finais, os preços cobrados nas refinarias da Petrobras na venda às distribuidoras são acrescidos de impostos, custos para a mistura obrigatória de biocombustível, margem de lucro de distribuidoras e revendedoras e outros custos. "Para o GLP especificamente, conforme Decreto nº 10.638/2021, estão zeradas as alíquotas dos tributos federais PIS e Cofins incidentes sobre a comercialização do produto quando destinado para uso doméstico e envasado em recipientes de até 13 kg", explica a Petrobras, que acrescenta que, no caso do GLP, o preço final é acrescido do custo de envase nas distribuidoras.


AGÊNCIA BRASIL

segunda-feira, 5 de julho de 2021

Homem é preso suspeito de estuprar idosa e filha

VIOLÊNCIA

Idosa veio a óbito, após ser asfixiada com um lençol pelo homem



Foto: Reprodução

Um homem foi preso por estuprar uma idosa de 78 anos e a filha dela, de 57 anos, na zona rural de Pedro Velho-RN. O suspeito teria invadido a casa das vítima e cometido o crime. A idosa veio a óbito, após ser asfixiada pelo homem.

O crime aconteceu na madrugada de domingo (4). A vítima foi identificada pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) como Maria Rufino da Silva. A polícia aguarda o laudo pericial para confirma se o estupro ocorreu.

De acordo com a polícia, o homem participava de uma festa na comunidade do Sítio Timbó, na zona rural do município, e saiu do evento para invadir o quintal de uma casa, onde a idosa morava com a filha.

A idosa acordou com o barulho dos latidos dos cachorros e abriu a porta para verificar o que estava acontecendo. Em seguida, o homem a surpreendeu e invadiu o imóvel.

Usando um lençol, o homem estuprou a idosa. Em seguida, a filha dela acordou e tentou evitar o crime, mas também foi atacada pelo criminoso. Durante a luta corporal, a mulher sofreu vários ferimentos.

A vítima não soube informar se o estupro foi consumado ou não.

Após o agredir a idosa e a filha dela, o homem entrou no quarto da vítima e dormiu. A mulher de 57 anos trancou a porta e chamou a polícia, que prendeu o criminoso em flagrante. A suspeita é de que o homem estava sob o efeito de entorpecentes.

O velório e sepultamento da idosa ocorre na manhã desta segunda-feira (5) no município.

FONTE: JORNAL DE BRASÍLIA

domingo, 4 de julho de 2021

Brasiliense e Gama empatam no clássico candango da Série D

 ESPORTES

Com o resultado, o Jacaré, como o Brasiliense é conhecido, assumiu provisoriamente a vice-liderança da chave com oito pontos 


Imagens de Brasiliense x Gama pela Série D Crédito: Metrópoles 


Brasiliense e Gama ficaram no 0 a 0 no clássico do Distrito Federal pela 5ª rodada do Grupo 5 da Série D. O jogo foi disputado no estádio Serejão, em Taguatinga, na tarde deste sábado (3) e teve transmissão ao vivo da TV Brasil.

Com o resultado, o Jacaré, como o Brasiliense é conhecido, assumiu provisoriamente a vice-liderança da chave com oito pontos. Já o Periquito, apelido do Gama, está na 6ª posição com cinco pontos. O próximo jogo do Brasiliense está previsto para o sábado (10) com o Aparecidense, também no estádio Serejão. O Gama joga fora de casa, no mesmo dia, contra o Porto Velho-RO.

O jogo da tarde deste sábado foi a edição 68 do clássico local e a 4ª partida entre eles em 2021. Os anteriores ocorreram no Campeonato Candango, todos vencidos pelo Jacaré - no último deles, por goleada de 4 a 0, com gols dos meias Luquinhas (dois) e Didira e do atacante Carlos Eduardo, em 12 de maio.


Fonte:AGÊNCIA BRASIL 


sábado, 3 de julho de 2021

Ministério autoriza prefeituras a ampliarem vacinação contra gripe

SAÚDE

Meta é reduzir casos mais graves da doença

© Tomaz Silva/Agência Brasil



"Campanhas de imunização são prioridade do Ministério da Saúde e resolvemos ampliar a vacinação contra a Influenza para todos os grupos. O nosso objetivo é reduzir os casos graves de gripe que também pressionam o nosso sistema de saúde", afirma o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, na nota.

Segundo o ministério, cerca de 34,2 milhões dos 79 milhões de brasileiros que integram os grupos prioritários já foram vacinados contra a gripe este ano, o que representa cerca de 42% do público-alvo inicial. A campanha para os segmentos prioritários da população está prevista para continuar até o próximo dia 9.

Fazem parte dos grupos prioritários: pessoas acima dos 60 anos, professores, crianças de seis meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto), povos indígenas, trabalhadores da saúde, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário, urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, membros das forças de segurança e salvamento, Forças Armadas, funcionários do sistema de privação de liberdade e população privada de liberdade.

O ministério recomenda que todos os interessados fiquem atentos aos cronogramas divulgados pelas prefeituras e/ou secretarias municipais de saúde. Para se vacinar, basta consultar um local de votação próximo e comparecer portando a caderneta de vacinação e um documento com foto, para que os profissionais de saúde localizem o cadastro no sistema de informação. Caso a pessoa não possua ou não encontre sua caderneta de vacinação, os profissionais de saúde preencherão uma nova.

O ministério recomenda que quem está prestes a ser vacinado contra a covid-19 tome primeiramente o imunizante contra o novo coronavírus. Feito isso, é necessário esperar por no mínimo 14 dias para se vacinar contra a gripe.

A pasta também reforça a importância da vacinação contra a gripe neste início de inverno, quando as temperaturas caem em boa parte do país, aumentando a incidência de doenças respiratórias.

Edição: Valéria Aguiar


AGÊNCIA BRASIL

quarta-feira, 30 de junho de 2021

Brasileiro: Athletico-PR supera Fluminense e permanece vice-líder

ESPORTES

Com um a menos, Fortaleza derrota Chapecoense por 3 a 2

O Athletico-PR derrotou o Fluminense por 4 a 1, de virada na tarde desta quarta-feira (30) no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, em jogo válido pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o revés, o Tricolor das Laranjeiras ficou na 9ª posição, com 10 pontos, já o Furacão ficou na vice-liderança com 16 pontos.


O técnico Roger Machado optou nesta partida por uma formação diferente, abrindo mão de um dos pontas para colocar em campo mais um meio-campista para melhorar a criação, o equatoriano Cazares.

E a modificação deu frutos logo no primeiro minuto de partida, quando Cazares cruzou para Fred marcar de cabeça. Com este gol, o camisa 9 do Fluminense se tornou o segundo maior artilheiro da história do Campeonato Brasileiro com 153 gols ao lado de Edmundo. O maior artilheiro é Roberto Dinamite, que marcou 190 vezes pela competição, Romário é o segundo com 154.

Dois minutos depois o equatoriano voltou a aparecer muito bem, quando recebeu lançamento de Fred e bateu forte para defesa do goleiro Santos. Aos oito minutos quem criou boa oportunidade foi Martinelli, que chutou por cima do gol após sobra de bola.

Após este início animador, o Fluminense viu o Athletico-PR melhorar. Aos 25 minutos a lei do ex entrou em ação, quando Richard recebeu de Léo Cittadini, se livrou de um adversário e bateu rasteiro para vencer o goleiro Marcos Felipe.

O Furacão melhorou muito na partida, e Cittadini chegou a vencer o goleiro do Tricolor aos 38 minutos, mas o volante estava impedido na hora da finalização.

Assim, a virada veio apenas no segundo tempo. Aos 27 minutos Vitinho, que saiu do banco, bateu bonito após receber na esquerda. Três minutos depois, a equipe paranaense chegou ao terceiro quando Nikão levantou a bola na área em cobrança de falta para Zé Ivaldo marcar de cabeça.

Já no fim do confronto, o juiz marcou pênalti, com auxílio do VAR (árbitro de vídeo), em cima de Léo Cittadini. Nikão cobrou e fechou a goleada em 4 a 1.

O Furacão volta a entrar em campo pelo Brasileiro no próximo sábado (3), quando mede forças com o Fortaleza na Arena da Baixada. Um dia depois o Fluminense faz clássico com o Flamengo.

Vitória no Castelão

Quem também venceu e garantiu uma posição do G4 na atual rodada foi o Fortaleza, que bateu a Chapecoense por 3 a 2 no estádio do Castelão. Com este resultado, o Tricolor do Pici ficou na terceira posição com 15 pontos, já o Verdão do Oeste ficou na 18ª posição (dentro da zona do rebaixamento), com quatro pontos.

Aos 33 minutos do primeiro tempo, o juiz marcou, com auxílio do VAR (árbitro de vídeo), pênalti a favor dos visitantes. O atacante Anselmo Ramon bateu forte para abrir o marcador. A reação do Fortaleza veio apenas na etapa final.

Logo aos quatro minutos David empatou aproveitando rebote de chute de Matheus Vargas defendido parcialmente por João Paulo. O time da casa sofreu um baque aos oito minutos, quando Quintero foi expulso, mas isso não diminuiu o ímpeto ofensivo da equipe comandada pelo técnico Juan Vojvoda, que virou o placar aos 16 minutos com Robson, que havia entrado minutos antes.

Mesmo com a desvantagem numérica, o Fortaleza continuou melhor e marcou o terceiro dez minutos depois com Yago Pikachu. A Chapecoense ainda conseguiu descontar aos 35 minutos com o atacante Perotti, mas a vitória final, de 3 a 2, ficou mesmo com o Tricolor do Pici.

No próximo domingo a Chapecoense volta a entrar em campo pelo Brasileiro, quando mede forças com o Bahia na Arena Condá.

Edição: Fábio Lisboa

segunda-feira, 28 de junho de 2021

Wizard chega ao Brasil e entrega passaporte à PF; ele deve ir à CPI na 4ª

 CPI DA COVID

Carlos Wizard vai depor à CPI da Covid na próxima quarta-feira (30) Imagem: Fabiano Accorsi/Divulgação


O empresário Carlos Wizard, apontado pela CPI da Covid como um dos integrantes do "gabinete paralelo" que "aconselhava" o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) durante a pandemia, desembarcou hoje no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), cidade onde mora. Wizard entregou seu passaporte à PF (Polícia Federal) no serviço de imigração do aeroporto, segundo confirmou o órgão ao UOL. Wizard estava nos Estados Unidos e deve depor na CPI na próxima quarta-feira, no Senado. O depoimento havia sido agendado para 17 de junho, mas ele não compareceu, alegando que estava fora do Brasil.
No dia 18, o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF) havia autorizado a condução coercitiva do empresário, suspensa na semana passada após ele garantir que compareceria no Senado no próximo dia 30.

Nas redes sociais, Wizard afirmou estar desde março em Utah, nos Estados Unidos, visitando os pais, e depois foi à Flórida, para acompanhar a filha que está prestes a dar à luz. "Agradeço à manifestação de apoio e carinho dos amigos. Estou com a consciência em paz" , escreveu. Segundo a postagem, ele segue ainda hoje para Brasília.


FONTE: UOL NOTÍCIAS

CÂMBIO: Dólar abre em alta acompanhando exterior e turbulência política

ECONOMIA

FOTO: REPRODUÇÃO


O dólar comercial abriu em alta acompanhando os movimentos observados no exterior e repercutindo a turbulência política resultante da forma como o governo federal tem-se posicionado diante da pandemia.  A semana começa com as atenções voltadas para os trabalhos da CPI da Covid no Senado. Na sexta-feira, o deputado Luis Miranda (DEM-DF) e seu irmão, Luis Ricardo Miranda, funcionário de carreira do Ministério da Saúde, apontaram irregularidades no contrato de compra da vacina Covaxin. No fim de semana, Luis Ricardo Miranda relatou ter tido seu acesso bloqueado ao sistema funcional informatizado do Ministério da Saúde. Na avaliação de Jefferson Rugik, da Correparti Corretora de Câmbio, os participantes do mercado de câmbio estão "de olho no fluxo, em [Paulo] Guedes, e nas investigações da CPI da Covid, após o caso Covaxin ter tomado
escala".

Além da aversão ao risco observada nos primeiros movimento da semana,Rugik chama a atenção para os potenciais efeitos dos importantes indicadores previstos para serem divulgados no decorrer da semana ao redor do mundo.
Por volta das 9h35 (horário de Brasília), o dólar comercial registrava alta de 0,36%, sendo negociado a R$ 4,9540 para venda. No mercado futuro, o contrato da moeda norte-americana com vencimento em junho de 2021 apresentava avanço de 0,43%, cotado a R$ 4,9575. O Dollar Index, que mede o desempenho do dólar diante de uma cesta de moedas, oscila em queda de 0,11%, a 91.950 pontos. 


POR Ricardo Gozzi / Agência CMA

Confirmada a morte do serial killer do cerrado, Lázaro Barbosa

CASO LÁZARO BARBOSA

Foto: Reprodução

As buscas pelo maníaco já entravam no 20º dia no entorno do DF,
Lázaro Barbosa, 32 anos, é apontado como o autor de uma chacina em Ceilândia, foi morto em uma troca de tiros com a polícia, nesta segunda (28/06), em Águas Lindas-GO. As imagens mostram momento em que o criminoso é retirado de dentro de uma viatura da PMGO.



Por Pedro Paulo

Coronel que comanda as operações em Goiás confirma para Cabrini que Lázaro Barbosa está morto.

 CASO LÁZARO


FOTO: DIVULGAÇÃO


Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, foi avistado na noite deste domingo (27) por moradores no Setor Itamaracá, em Águas Lindas de Goiás, no entorno do Distrito Federal. As buscas pelo suposto autor de uma chacina em Ceilândia entraram no 20º dia nesta segunda-feira (28). As informações são do G1.   

Segundo as testemunhas, que preferiram não ser identificadas, o homem foi visto por volta das 21 horas a 20 km de onde foi montada a base da força-tarefa. Elas acionaram os agentes de segurança, mas Lázaro conseguiu fugir pela mata. Um cerco foi montado durante a madrugada.   

“Quando a polícia chegou, tentou negociar com ele, falaram: ‘Lázaro, conversa com a gente, vamos negociar’. Mas ele correu para o mato”, disse um morador ao G1.   

Até as 4h desta segunda-feira, não havia informação se o fugitivo foi encontrado.   

Os vizinhos também relataram terem visto uma mulher, que seria ex-companheira de Lázaro, entrar na mata com os policiais da força-tarefa.  

Essa não seria a primeira vez que o homem apareceria pela região, segundo os relatos, ele também esteve na mesma casa no sábado (26), quando denunciaram a situação à força-tarefa. Porém, os moradores alegam que não viram policiais no bairro.  

Ainda segundo as testemunhas, mais de 20 viaturas chegaram ao local após a denúncia. Um helicóptero e cães farejadores também teria auxiliado as buscas, sobrevoando a mata. Ao todo, mais de 270 policiais compõe a força-tarefa para capturar o suspeito. 

domingo, 27 de junho de 2021

Brasil sofre sem Neymar, e só empata com o Equador pela Copa América

COPA AMÉRICA

Jogadores do Brasil comemoram gol sobre o Equador marcado aos 36 minutos do primeiro tempo por Éder Militão Imagem: André Costa/Uai Foto/Estadão Conteúdo

Escalada com dez mudanças em relação à rodada anterior, a seleção brasileira encerrou a primeira fase da Copa América com empate em 1 a 1 com o Equador, hoje (27), no estádio Olímpico de Goiânia. Éder Militão e Ángel Mena fizeram os gols, um em cada tempo. Os comandados de Tite já haviam garantido a classificação antecipada para as quartas de final como líderes do Grupo B com uma rodada de antecedência, então, o jogo de hoje serviu para experiências na equipe com jogadores que tinham poucos minutos, como Emerson e Vini Jr, para poupar pendurados, como Alex Sandro, Neymar e Gabriel Jesus, e simplesmente cumprir tabela. Tudo isso se traduziu numa partida sem muitos pontos positivos na equipe. Para os equatorianos, o ponto valeu a classificação para a próxima fase.

O Brasil abre o mata-mata na próxima sexta-feira (2), às 21h, no estádio Nilton Santos, contra Chile ou Uruguai. O Grupo A fecha a fase de grupos só amanhã, quando será definido também o adversário do Equador.

Paquetá já tinha entrado bem contra a Colômbia, mas foram só 35 minutos em campo. Hoje começou como titular e mostrou que merece mais espaço na Copa América. Ativo para começar a construção das jogadas perto de Fabinho e Douglas Luiz, até roubar bola ele roubou. Quando partia da direita para o centro, ele também conseguia trocas de passes com muita fluidez para ajudar o ataque, como no lance do primeiro gol e também numa chance perdida por Vini Jr já na etapa complementar. Firmino desperdiça chance Escalado na função de Neymar, que é por vezes um meia armador e por vezes o centroavante do time, ou seja, com liberdade total de movimentação no ataque, o jogador do Liverpool não conseguiu desempenhar o melhor de seu futebol mais uma vez. Firmino não chutou nenhuma bola ao gol e nem sequer deu algum passe que pudesse desequilibrar a zaga do Equador, além de errar quase 20% de suas tentativas de passe. Apagado, saiu no segundo tempo.

Os primeiros movimentos da seleção em Goiânia mostraram um esquema tático 4-2-4 com a bola, com Cebolinha e Paquetá bem abertos e Firmino e Gabigol mais centralizados, sendo o jogador do Liverpool numa linha um pouco mais baixa, como armador, para reproduzir o que faz Neymar no time ideal. O protagonista das jogadas ofensivas, no entanto, foi outro: Paquetá. Ele chutou a gol, deixou Gabigol na cara de Galíndez e participou até do lance em que o Brasil abriu o placar tabelando com Emerson antes da falta. Por falar no lateral direito que teve sua primeira oportunidade como titular na Copa América, a seleção investiu demais na liberdade de movimentação de seus laterais —Renan Lodi foi o titular pela esquerda. Não foi incomum vê-los alinhados ao quarteto de ataque para dar amplitude ou à dupla de volantes para facilitar as trocas de passes. Ou mesmo um em cada uma dessas linhas, mas sempre com chegada ao ataque. O panorama mudou quando Renan Lodi sentiu dores nas costas e precisou sair no comecinho do segundo tempo. Danilo, acostumado a jogar na lateral esquerda no futebol europeu, foi o substituto e podia ter sido mais ativo na jogada do gol de empate equatoriano, um bate-rebate dentro da área depois de alguns minutos em que os visitantes criaram perigo mais de uma vez. O Brasil tentou reagir com as entradas de Casemiro, que soltou Fabinho para o jogo ofensivo, e Vini Jr, depois Richarlison e Everton Ribeiro, mas o jogo seguiu com poucos espaços e inspiração.

No fim, os dois times diminuíram a intensidade até o último apito.


Éder Militão balançou as redes aos 36 minutos do primeiro tempo. Emerson tentou partir para a linha de fundo após tabela com Paquetá, mas sofreu falta de Estupiñán. Éverton Cebolinha fez a cobrança no meio da área e o zagueiro cabeceou no ângulo, sem defesa. O empate saiu aos sete minutos da etapa complementar, quando um cruzamento fruto de escanteio não foi afastado pela defesa e Mena finalizou com força. 


FICHA TÉCNICA BRASIL 1 x 1 EQUADOR 


Competição: Copa América, 5ª rodada Local: estádio Olímpico de Goiânia, em Goiás Data/hora: 27 de junho de 2021 (domingo), às 18h (de Brasília) Árbitro: Roberto Tobar (Chile) Assistentes: Christian Schiemann e Claudio Rios (ambos do Chile) VAR: Julio Bascuñán (Chile) Cartões amarelos: Estupiñãn (Equador) GOLS: Éder Militão, aos 36/2ºT (1-0), Ángel Mena, aos 7/2ºT (1-1). Brasil: Alisson; Emerson, Éder Militão, Marquinhos e Renan Lodi (Danilo, aos 3/2ºT); Fabinho e Douglas Luiz (Casemiro, aos 17/2ºT); Éverton Cebolinha (Richarlison, aos 31/2ºT), Lucas Paquetá (Everton Ribeiro, aos 31/2ºT), Roberto Firmino (Vini Jr, aos 17/2ºT) e Gabigol. Técnico: Tite. Equador: Hernán Galíndez; Angelo Preciado, Arboleda, Hincapié e Diego Palacios (Gonzalo Plata, aos 26/2ºT); Jhegson Méndez, Moisés Caicedo (Ángel Mena, aos 16/1ºT), Alan Franco e Pervis Estupiñán; Enner Valencia (Campana, aos 37/2ºT) e Ayrton Preciado (Pineida, aos 37/2ºT). Técnico: Gustavo Alfaro.




Danilo Lavieri, Éder Traskini e Gabriel Carneiro Do UOL, em Goiânia

Juventude vence Flamengo por 1 a 0 com 'ajuda' do campo encharcado

 ESPORTES

Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

O Juventude continuou como pedra do sapato flamenguista na Serra Gaúcha. Em seus domínios, na manhã deste domingo (27) a equipe do Sul ganhou por 1 a 0 do Flamengo com gol de Matheus Peixoto. O jogo foi marcado pelo gramado encharcado, devido às chuvas que acontecem em Caxias desde sexta-feira. A situação do gramado complicou demais a proposta de jogo dos times. O Flamengo não conseguiu impor o jogo de velocidade e troca de passes, já que a bola não rolava no campo molhado. O Juventude conseguiu se fechar bem, marcou o gol no erro do Fla na saída de jogo e resistiu à pressão imposta pelos cariocas ao longo da partida. O UOL Esporte também está no Telegram. Para se inscrever no canal do Flamengo, clique aqui ou procure por "UOL Esporte Flamengo" no aplicativo. Ao encontrar, é só clicar em "entrar" ou "join" . Você receberá diariamente as principais notícias do time e análises dos nossos colunistas A vitória coloca o Juventude, provisoriamente, na décima colocação do Brasileirão, com nove pontos conquistados. A derrota estaciona o Flamengo na oitava posição, com os mesmos nove pontos da equipe gaúcha. O próximo compromisso do rubro-negro será na quinta (1) diante do Cuiabá na Arena Pantanal às 20h. Já os gaúchos entram em campo contra o Grêmio em casa às 21h30 da próxima quarta (30). Ambas partidas fazem parte da oitava rodada do Campeonato Brasileiro. 

CAMPO MOLHADO 

O jogo começou e o destaque foi o gramado. A cidade de Caxias do Sul sofreu com chuvas de sexta até domingo e a drenagem do gramado não lidou bem com o volume de água que caiu durante os três dias. Bem pesado, o gramado não ajudava as equipes no domínio e toque de bola. O resultado foi um jogo com bastante bolas pelo alto e um começo bem travado.



O técnico Rogério Ceni já havia pedido para que os jogadores evitassem tocar a bola pelo lado direito do campo, o mais prejudicado pela chuva. MatheuZinho, em saída de bola, tentou rolar a bola para Gustavo Henrique e a bola perdeu velocidade na água, ainda na entrada da área. Esperto, Matheus Peixoto emendou um bonito chute e abriu o placar da partida. MUDANÇA AINDA NO PRIMEIRO TEMPO O rendimento do Flamengo não agradava o Rogério Ceni. Ainda aos 35 do primeiro tempo, o técnico colocou Rodrigo Muniz no lugar de Michael. A intenção era aproveitar de melhor maneira a bola aérea, já que o jogo rápido pelas laterais era impedido pela situação do gramado. A alteração não causou efeito imediato e o primeiro tempo acabou com vitória parcial do Ju. NA TRAVE NÃO ALTERA O PLACAR O Flamengo entrou determinado em buscar o resultado e nos quatro minutos da etapa final foi mais perigoso que em todos os quarenta e cinco do primeiro tempo. Bruno Henrique foi a linha de fundo e cruzou para trás e Castilho, do Juventude, desviou e a bola tocou na trave antes de se perder pela linha de fundo. Na sequência Filipe Luís e Rodrigo Muniz também perderam boas chances.


Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

Verstappen domina do começo ao fim e vence mais uma; Hamilton é segundo

F1

Max Verstappen, da Red Bull, venceu o Grande Prêmio da Estíria de Fórmula 1 na manhã de hoje (27). Após largar na frente, o piloto holandês manteve a segurança na primeira colocação e sequer foi ameaçado por Lewis Hamilton, que terminou em segundo. Com a vitória no circuito de Spielberg, Verstappen amplia a liderança no Mundial de Pilotos para 18 pontos. 


Em segundo, Lewis Hamilton já havia enfatizado a dificuldade de desafiar Verstappen na Estíria. A diferença no Mundial só não é maior porque a Mercedes descolou um pit stop a mais para conquistar o ponto extra pela volta mais rápida. Valtteri Bottas (Mercedes) fechou o pódio, seguido por Sérgio Pérez (Red Bull) e Lando Norris (McLaren).


A Fórmula 1 volta no próximo domingo (4), neste mesmo Circuito de Spielberg mas agora com novo traçado e nome também diferente: GP da Áustria. Largada agitada A largada ficou marcada por uma boa saída de Max Verstappen, que conseguiu tomar a frente logo no apagar das luzes e neutralizou a possibilidade de Hamilton assumir o topo neste primeiro momento. Já Lando Norris e Sérgio Pérez protagonizaram uma briga pelo terceiro lugar na saída. 
Mesmo com ultrapassagem do piloto da RedBull, o piloto da McLaren conseguiu manter a posição da largada até a décima volta, quando o mexicano pegou o terceiro lugar. 

Um pouco mais para trás, a situação foi bem conturbada. Charles Leclerc precisou fazer um box logo após a largada, por conta da asa dianteira que quebrou em um toque com Pierre Gasly. O francês da AlphaTauri precisou deixar a corrida logo no início por conta do contato com o jovem da Ferrari. 

A situação citada acima fez com que Giovinazzi, Latifi e Ocon também 'se embolassem' neste momento. Parou cedo Após o entreveiro com Charles Leclerc, o francês Pierre Gasly, que veio de um pódio no Azerbaijão e um sétimo lugar na França, precisou deixar a corrida por conta de um problema nos pneus. Sem condições de seguir, Gasly abandonou a prova cedo demais. 
Banho de água fria George Russel vinha fazendo uma boa corrida, porém, a pausa para troca de pneus acabou complicando a situação do piloto inglês da Williams. Além dele, quem também teve problemas com a parada foi Sérgio Pérez, que tomava conta da terceira colocação, mas acabou ficando para trás após um pit stop demorado da Red Bull. Mais um que não terminou Após um começo positivo e um pit stop complicado, George Russel deixou a corrida. O piloto britânico explicou que o carro teve um problema na unidade de potência. Lamentando o ocorrido, o profissional da Williams lamentou o ocorrido e disse que estava confiante para a corrida que precisou deixar precocemente.


Colaboração para o UOL, em São Paulo

sábado, 26 de junho de 2021

Ex-policial que assassinou George Floyd é condenado a 22 anos de prisão

MUNDO
Foto: Chris Tuite/ImageSPACE /MediaPunch /IPX

O assassino de George Floyd, o ex-policial Derek Chauvin, de 45 anos, foi sentenciado nesta sexta-feira (25) a 22 anos e meio de prisão. Ele matou o homem negro em maio do ano passado ajoelhando em seu pescoço por mais de nove minutos. Chauvin já se encontrava detido desde meados de abril, quando foi condenado pela morte de Floyd, em um centro penitenciário do estado de Minnesota, nos Estados Unidos. Antes, ele já havia sido preso pelo crime, mas saiu depois de pagar uma fiança de US$ 1 milhão. A sentença foi dada com base em três acusações feitas contra o ex-policial: homicídio em segundo grau, homicídio em terceiro grau e homicídio culposo em segundo grau. "A sentença não é baseada em emoção ou na opinião pública. Mas quero destacar a dor que a família de Floyd está sentindo" , disse o juiz Peter Cahill, que deu a sentença.
O procurador-geral assistente de Minnesota, Matthew Frank, disse durante a audiência que o ex-agente usou força desproporcional contra Floyd, enquanto este implorava por sua vida, repetindo: “não posso respirar”. "Floyd foi tratado com crueldade. Todos vimos", declarou o procurador. Frank também acrescentou que o crime foi testemunhado por crianças e jovens de 9 a 17 anos, o que é considerado um agravante.

A defesa de Chauvin, representada pelo advogado Eric Nelson, rebateu dizendo que a condenação teria sido influenciada pela polarização social que o país enfrentava e que a Justiça não pode ser contaminada pela opinião pública. "Minha esperança sincera é a de que, quando a poeira baixar, o impacto na comunidade traga um debate de princípios e deixe um efeito positivo em Minneapolis e nos Estados Unidos”, disse.

Nelson é conhecido por defender policiais acusados de má conduta. Horas antes da audiência, tentou adiar a sessão, afirmando que a Promotoria teria ameaçado testemunhas e que havia muita influência midiática no caso.

O assassino de George Floyd, o ex-policial Derek Chauvin, de 45 anos, foi sentenciado nesta sexta-feira (25) a 22 anos e meio de prisão.

In this image taken from video, former Minneapolis police Officer Derek Chauvin addresses the court as Hennepin County Judge Peter Cahill presides over Chauvin's sentencing, Friday, June 25, 2021, at the Hennepin County Courthouse in Minneapolis. Chauvin faces decades in prison for the May 2020 death of George Floyd.  (Court TV via AP, Pool)
Derek Chauvin em depoimento na audiência em que foi proferida sua sentença. Foto: Court TV via AP, Pool

Os procuradores haviam pedido uma pena de 30 anos de prisão para o ex-policial, argumentando que ele "cometeu um assassinato brutal, traumatizou a família da vítima e gerou um choque na consciência da nação". Era esperado, inclusive, que o juiz Peter Cahill, do condado de Hennepin, aplicasse uma sentença ainda maior.

Quatro fatores agravantes apresentados pela Promotoria foram acatados pelo juiz em maio. O primeiro seria o abuso de sua posição de confiança e autoridade enquanto policial. O segundo, que foi dado a Floyd um tratamento particularmente cruel. O terceiro ponto é a presença de crianças e adolescentes no local do crime. E o último é a participação de outros três agentes.


FONTE: YAHOO NOTÍCIAS



sexta-feira, 25 de junho de 2021

Veja como fica a nova tabela do IR e outras mudanças propostas pelo governo

 BRASIL

Segundo a Receita Federal, mais de 5,6 milhões passarão a ser considerados isentos do Imposto de Renda. Governo entregou segunda parte da reforma nesta sexta-feira (25) ao Congresso.

Foto: Reprodução/ Internet
O governo federal entregou ao Congresso nesta sexta-feira (25) uma nova etapa da reforma tributária, com ampliação da faixa de isenção do Imposto de Renda das pessoas físicas dos atuais R$ 1.903,98 para R$ 2,5 mil.
Na solenidade, o ministro Paulo Guedes, da Economia, explicou os pontos principais do texto. Ele estava acompanhado do ministro Luiz Eduardo Ramos (Casa Civil) e da ministra Flávia Arruda (Secretaria de Governo).
Segundo a Receita Federal, com a correção de 31% na faixa de isenção, mais de 5,6 milhões passarão a ser considerados isentos do Imposto de Renda com a medida. As demais faixas também foram corrigidas, mas em menor proporção (cerca de 13%).
Apesar de ter proposto a correção a tabela do IR, reduzindo a tributação sobre os contribuintes, o governo também quer limitar o uso do desconto simplificado na declaração de ajuste anual. Pelas regras atuais, todas pessoas físicas podem optar por esse desconto, e o abatimento é limitado a R$ 16.754,34.
Pela proposta do governo, divulgada nesta sexta-feira, quem tem renda acima de R$ 40 mil por ano, não poderá mais optar pelo desconto simplificado na declaração anual do IR — que estará limitado a R$ 8 mil. Esses contribuintes terão fazer pela declaração completa, com as deduções (que foram mantidas sem alterações).
As medidas fazem parte da reforma tributária, cuja primeira etapa da proposta do governo foi encaminhada no ano passado, com a unificação do PIS e da Cofins (proposta ainda está sendo analisada pelo Congresso).
Outras fases da reforma tributária, já anunciadas pelo governo, como a desoneração da folha de pagamentos e a substituição do IPI por um imposto seletivo, ainda não foram enviadas ao Legislativo pela área econômica.
Tabela do Imposto de Renda
Além de corrigir a faixa de isenção para até R$ 2,5 mil, o governo também está propondo a atualização das demais faixas da tabela, o que significa que, se aprovado, todos os contribuintes pagarão menos.

As demais faixas, porém, estão sendo atualizadas com uma correção menor do que a faixa de isenção. A faixa de isenção, segundo a Receita Federal, foi corrigida em 31%. Já as demais faixa, informou o órgão, foram atualizadas em cerca de 13%.

Faixas atuais do Imposto de Renda

Faixa 1 – Até R$ 1.903,98: isento
Faixa 2 – De R$ 1.903,99 até R$ 2.826,65: 7,5%
Faixa 3 – De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05: 15%
Faixa 4 – De R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68: 22,5%
Faixa 5 – Acima de R$ 4.664,68: 27,5%.

Nova tabela proposta pelo governo

Faixa 1 - até R$ 2.500: isento
Faixa 2 - De R$ 2.500,01 até R$ 3.200: 7,5%
Faixa 3 - R$ 3.200,01 até R$ 4.250: 15%
Faixa 4 - R$ 4.250,01 até R$ 5.300: 22,5%
Faixa 5 - Acima de R$ 5.300,01: 27,5%


Aumento da faixa de isenção do IR

O aumento da isenção do Imposto de Renda das pessoas físicas, uma promessa antiga do presidente Jair Bolsonaro. Ele falava em isentar quem ganha até cinco salários mínimos (atualmente, R$ 5.500), mas a proposta não chegou nem na metade desse valor (R$ 2.500).
Em janeiro, o presidente chegou a dizer que não poderia fazer mexer na tabela do IR porque o Brasil estaria "quebrado" — o que foi contestado por economistas.

A tabela do Imposto de Renda não tem correção desde 2015. Segundo o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco), a defasagem chegou a 113,09% neste ano, considerando a inflação acumulada de 1996 a 2019 e as atualizações feitas na tabela no mesmo período. Se a defasagem fosse corrigida, o estudo diz que a faixa de isenção deveria ser ampliada para quem ganha até R$ 4.022,89.

No ano passado porém, o Tesouro Nacional avaliou que a ampliação da faixa de isenção beneficiaria quem ganha mais de R$ 1.951 por mês — ou seja, os 20% mais ricos da população.

Na ocasião, a instituição avaliou que essa seria uma medida regressiva, pois agravaria a distribuição de renda no Brasil. Números mostram que, na pandemia do coronavírus, os mais pobres perderam mais renda do que os ricos.


Outros pontos

O texto também estabelece uma redução do Imposto de Renda para empresas, informou o ministro da Economia, Paulo Guedes.


"Durante 40 anos, aumentamos impostos sobre empresas e assalariados, e não houve coragem de tributar os rendimentos de capital. Durante décadas, aumentamos impostos sobre empresas, dificultando investimentos, empregos e acumulação de capital", disse Guede Segundo ele, a segunda parte da reforma tributária, que está sendo enviada nesta sexta-feira ao Congresso Nacional, aumentando a tributação sobre rendimentos sobre capital (como distribuição de lucros).

"Os impostos serão reduzidos para 30 milhões de brasileiros assalariados. Os impostos vão lá para cima para permitir redução de impostos para empresas e assalariados", acrescentou.

Outra medida é a volta da taxação de lucros e dividendos pagos a pessoas físicas. Lucros e dividendos estavam livres de taxação desde 1996.
O secretário da Receita Federal, José Barroso Tostes Neto, informou que as medidas propostas no âmbito da reforma do Imposto de Renda são neutras, ou seja, que haverá manutenção da carga tributária. “No agregado e total, a carga se manter no patamar atual”, disse ele.
De acordo com o governo, haverá perda de arrecadação com a atualização da tabela das pessoas físicas e com a redução do IR das empresas, ao mesmo tempo em que o governo arrecadará mais com a tributação de lucros e dividendos e o fim dos juros sobre capital próprio.

Tramitação no Congresso

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que recebeu o texto do governo, disse que aprovação das matérias sobre reforma tributária deve ocorrer até o fim do ano.
Lira afirmou que vai indicar ainda nesta sexta os relatores de dois projetos que tramitam na Câmara e tratam da reforma.
“Um dia de muita felicidade. Nós lutávamos muito para que esse dias chegasse e pudéssemos trazer ao Congresso Nacional a discussão sobre mais justiça social e justiça tributária”, afirmou o presidente da Câmara.

FONTE: G1